Como converter um servidor físico para uma máquina virtual Hyper-V

Entre os diferentes conversores P2V para Hyper-V, eu considero um deles o mais adequado para esta operação: o Disk2VHD. Foi criado por engenheiros da Microsoft, tem um tamanho aproximado de 0,9 MB, não requer instalação e está disponível na página oficial Windows Sysinternals. Sendo assim, mãos à obra!

1. Vamos fazer o download do utilitário Disk2vhd clicando em https://download.sysinternals.com/files/Disk2vhd.zip

2. Execute o Disk2vhd no servidor físico que deseja converter

Basta descompactar o utilitário e executá-lo no servidor. A interface é muito simples, como se pode ver na imagem. Marque a caixa de seleção Use Vhdx para criar um disco VHDX.

Não escolha o mesmo disco, pois isso pode causar um conflito. É muito melhor usar um disco rígido diferente para armazenar essa imagem. Inclua qualquer disco/volume que queira virtualizar. Se quiser que seja um disco inicializável, então inclua um disco de sistema além da área de inicialização (marque a opção System Reserved). Clique em Create para iniciar o processo.

Nesse exemplo vamos converter dois discos:

O disco C:\ do sistema operacional  e o disco B :\Dados-Hyper-V

Por padrão todos os discos estarão selecionados, desmarque o disco que será utilizado para o armazenamento dos VHDXs, em nosso caso será o disco B.

Vamos  armazenar nossos VHDXs  no volume B:\.

Observe que nossos discos já estão sendo convertidos

3. Como resultado da operação, você terá um disco/arquivo VHDX, agora podemos copiar para o servidor Hyper-V e colocar na pasta onde temos os discos de máquinas virtuais.

O processo de conversão dos discos foi realizado com sucesso, o próximo passo será criar uma máquina virtual.

4. Criar uma nova VM em um host Hyper-V

Para usar um disco criado, primeiro é preciso criar uma VM. Execute o assistente Novo → Máquina Virtual no Hyper-V Manager e configure-o de acordo com suas necessidades.

 

5. Selecione um nome para a máquina virtual e um local para armazenar os arquivos de configuração da máquina virtual e clique em Avançar.

6. Selecione a geração para a máquina virtual.

Escolha a sua geração de VM com cuidado. A partir do Windows 2012 R2, o Hyper-V tem uma nova opção:
Máquina virtual de Geração 2. Esse é o firmware de segunda geração para VMs com um conjunto revisado de hardware virtual e novas oportunidades para os usuários, como inicialização a partir de um dispositivo SCSI.

Para esse post vamos utilizar a geração 2  e clique em Avançar.

7. Selecione a quantidade de memória que será utilizado por essa máquina virtual, desmarque a opção, Use a memória Dinâmica para esta máquina virtual.

8. Selecione um Switch virtual para a máquina virtual.

09. Agora vamos inserir na VM nosso disco VHDxs.

Selecione a opção, Usar um disco rígido virtual existente e selecione o disco HYPER-V001-0.VHDX.

10. Na tela de Resumo verifique se todas as informações estão corretas e clique em concluir.

Agora vamos adicionar o segundo disco na máquina virtual o disco HYPER-V001-1.VHDX

11. Clique na VM e configurações

12. Na tela de Configurações de Hyper-V, clique Controladora SCSI, Disco Rígido e Adicionar.

13. Podemos selecionar a opção novo para criar um  novo disco e  a opção procurar para selecionar um disco virtual existente, vamos clicar em procurar e selecionar o disco que desejamos adicionar.

14. Selecione o disco HYPER-V001-1.VHDX e clique em OK.

O próximo passo será iniciar nossa máquina virtual.

15. Clique com o botão direito na VM e selecione Iniciar.

16. Agora clique novamente com o botão direito para conectar-se.

 

17. Levará algum tempo para a VM inicializar, já que a configuração de hardware será diferente. Entretanto, em alguns minutos você verá a tela de login.

Espero que este conteúdo tenha contribuído com o enriquecimento do conhecimento de vocês em Hyper-V

Tem alguma sugestão ou observação, comente.

Forte abraço, obrigado e até o próximo post. 🙂

2 Replies to “Como converter um servidor físico para uma máquina virtual Hyper-V”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *